SMAM 2021

Atualizado: 16 de fev.

A SMAM está dentro do Agosto Dourado e propõe um foco de uma semana para uma campanha global que visa aumentar a conscientização e estimular ações relacionadas ao aleitamento materno. O tema de 2021 nos faz lembrar que proteger o aleitamento materno / humano é uma responsabilidade compartilhada, significa que todas as pessoas envolvidas no processo de cuidado do puerpério precisa tomar para si o lugar de acolher e promover o aleitamento com apoio físico e emocional.


E o que isso significa?

Primeiramente significa que promover, estimular com coerência, segurança e proteção o aleitamento humano é responsabilidade de todos.

Em segundo lugar entender que proteger o aleitamento humano significa proteger o binômio: nutriz e bebê.

A partir daí significa mais uma infinidade de coisas e precisamos entender e falar sobre o papel de cada agente responsável.


É importante neste momento voltarmos a ressaltar que a outra pessoa que ocupe o lugar de parentalidade compartilhada não é rede de apoio. Marido não é rede de apoio!

A responsabilidade está em outro lugar.

Quem ocupa esta posição na configuração familiar é agente continuado de suporte ao processo de aleitamento, e pode dividir em vários aspectos, como o cuidado com as organizações práticas da vida e o pedido de auxílio profissional quando necessário.

Além disso, pensar nas redes de apoio e no que cada agente pode fazer para transformar cenários e proteger o aleitamento humano e materno é essencial.

Valorizar as profissionais que atuam neste cenário é um ato político, social e afetivo.

Valorizar as ações e formações de redes.

Nos engajarmos coletivamente, como sociedade para refletir sobre o cuidado na perinatalidade e na atenção puerperal. Lembrar às famílias, amigos, instituições que todos podem e devem colaborar e agir. Todos podemos e devemos cobrar.

Não medir os esforços míninos necessários para que o binômio esteja seguro. Para além da alimentação, o aleitamento é a base da construção de vínculo seguro, e esse é o desejo de sociedade que criamos ao dar peito e colo sem medo de ser e fazer feliz.


Abraços, Dani, Isa e Lê!




2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo